domingo, novembro 06, 2005

Excertos (15.60)

[060/2005]
O poeta do país azul

Ao contrário de muitos poetas, Manuel Alegre tem biografia a mais. Normalmente, quando se pensa num poeta (agora nem tanto...) afigura-se-nos um ente quase irreal, fora deste mundo, embebido em metafísica até aos ossos, ar louco, cabelo desgrenhado (retrato romântico)...

Manuel Alegre é um Poeta no sentido grego da palavra, aquele que faz e se faz fazendo, que vem gritar os seus poemas para o Fórum, a Praça Pública, que faz da pena uma arma e desta uma caneta. A sua vida fala por si. Todos os seus livros em prosa poética, e da melhor, são autobiográficos: a Jornada de África, Alma, a Terceira Rosa, Rafael, Cão como Nós (notável) e, mais recentemente, Quadrado (o local onde o poeta se situa e se sitia, tal como na táctica do quadrado utilizada na Batalha de Aljubarrota, na qual poucos venceram muitíssimos)...

Manuel Alegre esteve preso na cadeia de São Paulo de Luanda, esteve na guerra colonial, conspirou, e foi por isso expulso das fileiras. O regime salazarista era muito forte na aparência. No íntimo, borrava-se de medo, daí a parafrenália de uma polícia política, com seus bufos, seus esbirros, que vigiavam até dentro das próprias famílias, à maneira hitleriana... Manuel Alegre lutou contra tudo isto na altura em que a luta significava e significou o exílio, a cadeia, o desterro...

(...)
(
continue a ler)
Cristóvão de Aguiar
Blog A destreza das dúvidas

2 Comments:

At 12:37 da tarde, Blogger anatoli escreveu...

Viva, LNT! :-)
Uma pequena correcção: que escreveu este texto (excelente, aliás) não foi o LAC, mas o seu pai, o escritor Cristóvão de Aguiar.
Já agora, aproveito a ocasião para informar que o Estaleiro junta-se parcialmente -- isto é, através da minha pessoa (pelo menos!) -- ao grupo de apoiantes de Alegre. Avancei também a criação do "Incomodar-se" (http://www.incomodar_se.alfablog.com), que desejavelmente terá mais membros no futuro.
Um abraço!
Bruno Rocha

 
At 4:53 da tarde, Blogger Alargar a cidadania escreveu...

Obrigado Bruno
A correcção está feita.
Vou tomar igualmente nota do resto das informações.
Parece que o rio está a engrossar.
Coisas da cidadania.
Um abraço
Luis Tito

 

Enviar um comentário

<< Home