domingo, janeiro 08, 2006

Saudação



[012/2006]
Vamos mudar a vida

4 Comments:

At 5:35 da tarde, Anonymous Anónimo escreveu...

Eu acredito na vitória da cidadania Manel. Estou contigo. Quero acreditar de novo em Portugal.

 
At 5:46 da tarde, Anonymous José Pinto escreveu...

Eu acredito na cidadania, Manuel. Contigo, volto a acreditar em Portugal.

(Recordações de África)

Queria hoje
Amigo
Fazer-te a mais bela canção
Cantá-la a todos do nosso País
Mesmo àqueles que com sinos
pendurados no peito
não ouviram tuas canções.
Queria, amigo
Queria que hoje tudo fosse diferente
Hoje canto
Um canto sem flores
(Que importa, amigo?)
Aqui é proibido cantar flores.
Canto o sino e a espada
O sino dos que não suportam a
Sujeição.
A espada – não a dos que lutaram
em Santana – Dos que cantam de pé
Em cada Primeiro de Maio.
Os que acreditam que é possível
No País de Abril.
Não é justo em Boé
Que os corpos ao sol se deixem arder
Não permitas amigo.
Calor onde o calor abrasa
Hoje vim na esperança de colher flores
(as rosas que semeaste um dia)
Mas não as encontrei
É inútil, amigo
Mesmo em Abril as Rosas não
nascem no País de Abril
(País de Abril é apenas um mito)
Hoje canto para ti
– Semear rosas no País de Abril
Que nem em Abril rosas nascem.
Não sei porque é real.
A distância tão grande entre tu e eles
Sei que eles acendem fogos onde o calor abrasa
(não percebo amigo)
Tu ateias o fogo que todos trazem
Dentro de si. Que é cómodo ignorar,
Que as fogueiras se devem acender
Canto hoje, amigo
Flores murchas
Que não chegaram a nascer.
Hoje: doze de Maio

Pai:
O meu amigo nasceu há 36 anos
Desde que mo apresentaram
tento fazer este dia diferente.
Gosto de falar aos meus amigos
sobre o meu amigo.
Por isso falo ao meu amigo, pai
do «meu amigo Manuel Alegre».
Um amigo que não conheço pessoalmente,
mas que ponho nas primeiras
linhas da minha lista de amigos.
Foi este poema que fiz para ele
hoje o dia Doze de Maio de 1972.

Maria de Fátima Djau Barbosa, Bafatá…
Bissau, Abril de 1974

 
At 9:00 da tarde, Anonymous Anónimo escreveu...

Em apoio à sua candidatura, veja o que escrevemos hoje no Tribulandia
Pedro Santos

 
At 11:30 da tarde, Blogger k7pirata escreveu...

Fiquei com pena quando vi o seu recuo (vai/não vai) em relação à candidatura de Mário Soares, fazendo com que outras candidaturas de esquerda avançassem.
Acima de tudo que Cavaco saia derrotado, pois não acredito em sondagens com algum sabor a laranja.

 

Enviar um comentário

<< Home